Magic e Seus Formatos

Olá meus queridos animais. Hoje venho trazer novamente um tema super interessante envolvendo esse maravilhoso TCG que nos adoramos. O assunto da vez é a incrível, maravilhosa e saborosa variedade de formatos disponíveis para se jogar Magic. Até o presente momento existe 2 formas de se jogar, sendo elas o Construído e o Limitado. Dentro desses dois grupos, temos os formatos de se jogar Magic. O  Construído abrange o Standard, Modern, Legacy, Vintage, Pauper, Commander, entre outros menos conhecidos  descanse em paz Frontier. No Limitado temos o Draft, e o Selado. Com isso, temos varias possibilidades diferentes de infernizar a vida de seu pobre amigo, numa partida casual. Casual, porque aqui nesse grupo não temos tryhardagem só amizade e felicidade.

> Limitado
Draft

Normalmente é jogado com oito jogadores em volta de uma mesa. Cada vítima jogador, recebe três boosters. Cada um abre um dos boosters retira uma carta e passa o restante para a esquerda ou direita. Esse processo de retirar uma carta e passar o resto se repete até terminar todas as cartas do primeiro booster. Com o fim do primeiro booster, o mesmo processo é repetido para o segundo e terceiro. O detalhe é que a cada booster, o sentido de rotação da brincadeira muda. Ou seja, se começou no sentido horário, no segundo booster muda para o sentido anti-horário. Quando todas as cartas terminam de rodar, cada jogador monta um deck bosta com as jerebas que ele pegou e se diverte ou não.

Selado

Formato que se vê durante Pre-Releases. Pura diversão, as vezes você sai rico ou sai completamente derrotado e humilhado. No selado cada jogador recebe alguns boosters ou, no caso do Pre-Release um kit com 6 boosters mais uma carta promocional foil, e monta um deck com isso. Simples assim.

 

> Construído

Aqui que a brincadeira fica seria. Como o fator sorte foi reduzido ao máximo, pois não existe mais a possibilidade de dar aquela sorte absurda com os boosters, a jogatina vira terra de gente grande.

Standard

O queridinho da galera, formato principal do Magic. O mais jogado também. Torneios frequentes e premiações deliciosas. Neste formato se usam decks com no minimo 60 cartas, podendo usar ate 4 cartas iguais e terrenos básicos a vontade,  quantos quiser . No standard é permitido usar as coleções lançadas mais recentemente e de tempos em tempos uma nova edição é disponibilizada pela mãe Wizards e uma edição mais antiga cai. Assim segue o jogo. Para facilitar a vida da galera existem sites que mostram o que é valido no standard no momento atual.

 

Modern

O ápice de toda tryhardagem do Magic. Amizades destruídas e sentimentos massacrados, aqui não existe bondade ou broderagem, só existe vitoria acima de tudo. No Modern, assim como no standard, os decks tem que ter no minimo 60 cartas e no máximo 4 copias da mesma carta e quantos terrenos básicos seu coração mandar. As cartas validas no Modern são todas aquelas que foram  lancadas a partir da oitava edição e que jogaram no standard.

 

Legacy

Tryhardagem seria aqui também. A diferença aqui é o elevado custo de entrada no formato. Os decks possuem a mesma fórmula dos formatos anteriores, a diferença é que se pode usar quase todas as cartas já lançadas no Magic.

 

Vintage

Não tem tryhadagem porque ninguém tem dinheiro para jogar. Fórmula padrão de deck aqui também. Nesse formato pode tudo que se joga no Legacy e mais um pouco. O problema mesmo é ter dinheiro para jogar.

 

Pauper

Esse é o legacy sem esteroides. No Pauper pode-se usar apenas cartas que em algum momento da historia do Magic foram impressas com raridade comum. Ou seja, pode quase tudo que já foi impresso como comum. A fórmula do deck é aquela padrão citada nos parágrafos anteriores.

 

Commander (EDH)

Formato da apex tryhardagem broderagem. Os decks são compostos de 100 cartas podendo ter quantos terrenos básicos iguais quiser e apenas 1 copia de cada carta. Dentre as 100 cartas uma delas tem que ser uma criatura lendária. Essa criatura sera o comandante do deck e todas as cartas do deck só podem ter as cores do seu comandante. Ou seja, se o comandante do deck é branco e verde, nesse deck só pode haver cartas brancas, cartas verdes e cartas brancas e verdes simultaneamente. Só podem ser usados terrenos que gerem manas brancas ou/e verdes.

 

Frontier

Morto, enterrado e esquecido.

 

Tiny Leaders

Enterrado como indigente, ninguém liga pra esse formato.

 

> Lista de Banidas

Cada um dos formatos construídos, discutidos acima, tem uma lista de cartas restritas ou banidas. Em geral as cartas banidas  tem alguma mecânica impossível de ser usada no construído, ou envolvem algum tipo de aposta,  destruição de cartas, literalmente, ou foram muito opressoras enquanto estavam validas no formato.

 

> Custo Financeiro do Jogo

Infelizmente a Wizards não é uma instituição de caridade que só quer  ver os jogadores felizes. Magic tem um custo. Esse custo monetário pode variar absurdamente. Tudo depende do formato que se quer jogar e como se quer jogar. no Vintage um deck pode custar mais que um carro. No standard os decks competitivos, aqueles decks que fazem bons resultados em FNMs, costumam variar entre 50~ 500 dolares. Como foi dito, depende muito do interesse do jogador.

Quem não conhece pode estranhar o abismo financeiro entre os formatos, mas isso ocorre em função da controversa lista reservada (reserved list). A lista reservada é uma lista de cartas que a Wizards se comprometeu a nunca mais imprimir. Graças a isso, algumas cartas usadas em formatos eternos como o legacy e o vintage atingiram, com o passar dos anos, valores absurdos. Isso torna difícil a entrada de muitos novos jogadores nesses formatos.

> Torneio tryhard ou casual ?

“Então, quer dizer que não existe casualidade nos construídos ?” Existe,   se joga Standard, Modern, Vintage e pauper casualmente. Porém, em geral, são formatos em que se joga torneio. Se o desejo é ser casual o melhor caminho é o commander.

O commander foi criado para matar tempo ocioso de juizes durante torneios. Então a premissa dele sempre foi ser algo mais tranquilo. Claro que existem os loucos que gostam de cEDH, o commander competitivo.

Para quem gosta de torneios, competir e se divertir recomendo o standard, o modern e se tiver um dinheiro sobrando e gostar de cartas com powerlevel maior o legacy. Para aqueles que só querem se juntar com os amigos  tomar umas cervas e levar combos loucos na cara recomendo o commander. Para entrar no commander basta comprar um deck pre-montado e partir pro abraço. A Wizards lança anualmente alguns decks pre-montados de commander. Esses decks são um produto com ótimo custo beneficio, geralmente.

> Por Fim

Magic é um jogo muito bom, com muita história para se conhecer e com capacidade para abraçar a todos os gostos e bolsos. Vá a uma loja e encontre seu lugar especial, faça novos amigos e divirta-se  ou seja combado sem pena.

Por hoje é só meus queridos animais, até a próxima.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *